Porto Alegre - Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2018
1 Usuário On-Line
Bicho de Rua

Perfil: Mimoso e Chiquinho


Voltar para a lista de resultados.

Envie por e-mail.

Digite seu nome:
 
Digite seu e-mail:

Envie para um amigo.

Digite seu nome:
 
Digite seu e-mail:


Digite o nome do seu amigo:
 
Digite o e-mail do seu amigo:


MINHAS FOTOS
Clique nas imagens para
visualizá-las em tamanho maior.
Mimoso e Chiquinho Mimoso e Chiquinho

MEU PERFIL
Nome: Mimoso e Chiquinho.
Sexo: Macho.
Idade: Adulto.
Porte: Médio.
Raça: SRD - Sem raça definida.
Pelagem: Pelo curto.
Temperamento: - Convive bem com outros cães
Finalidade: Bom para companhia.
Para morar em: Excelente para casa com pátio.
Saúde:  - Esterilizado - Vermifugado.
MINHA HISTÓRIA
Como tantas outras histórias, esta começa com uma cria de uma cadela abandonada em um parque. Quem conta os detalhes é a Protetora Maria Emília, que cuidou do caso.

“Os pretinhos foram abandonados a própria sorte em um parque da cidade. Eram quatro, dois machinhos e duas fêmeas, todos fisicamente muito parecidos, provavelmente da mesma família. Passaram por todas as dificuldades possíveis, ficaram ao relento por dois longos meses, inverno gelado esse nosso, e os maninhos lá todos juntinhos tiritando de frio, com fome, tomando água do riozinho imundo, comendo lixos, na chuva, sendo rejeitados por todos que ali passaram. Tão apavorados estavam, que ao menor sinal de aproximação de um ser humano corriam em debandada, desesperados pelo parque afora, com seus rabinhos no meio das pernas, muitas vezes iam para a rua e quase foram atropelados em várias ocasiões. O que realmente veio a acontecer.

Mimoso já sofreu demais.

A situação deles piorou muito quando uma das cadelinhas entrou no cio, e todo cachorro macho que andava sem coleira pelo parque, e cachorros dos moradores de rua começaram a brigar pela fêmea, eram enormes e nosso pretinho que era o líder do bando apanhou muito, foi literalmente mastigado, seu rosto estava tão inchado, que o nariz quase não aparecia, tinha escoriações pelo corpo todo, e as brigas seguiram por dias a fio. A dinda levava remédios para dor, antiinflamatório e antibióticos, mas não conseguia chegar perto deles, então deixava junto com comida, e ficava cuidando para ver se ele comia. Foi o último deles a ser resgatado, junto com a cadela que estava no cio.

Ele foi castrado e desverminado, (agradeço muito ao Bicho de Rua pela esterilização) e agora precisa de um lar. É tão meigo, adora um carinho, estava tão cansado quando foi recolhido que entrou no carro sozinho, se enrolou como um pacotinho no tapete e dormiu por 2 horas até chegarmos ao destino. Lá devorou uma bela pratada de comida, e mantinha seu corpinho sempre coladinho na perna da dinda com medo de ser abandonado novamente. Tomara que essa fase tenha acabado!

Agora, temos que pensar no futuro dele. Está se recuperando muito bem dos machucados, em uma casa de passagem, e precisa de um lar com pátio para poder brincar e ser feliz. É um grande companheiro, amável com todos, crianças e cães, adora um carinho. E bem que merece viu! Chamo ele de Mimoso, porque reflete a meiguice de sua alma. Dá uma olhada no estado que ficou. É um cãozinho de 11kg, muito meigo, gentil e companheiro, tem medo de ser abandonado novamente, gosta de companhia.

Chiquinho, em homenagem a São Francisco.

Em uma noite seu irmãozinho menor foi atropelado, então consegui resgatá-lo, pois não conseguia se mover, estava com luxação de quadril em ambos os lados, e também duas fraturas de fêmur, não conseguia nem comer de tanta dor. Só se alimentava depois de medicado. Tremia tanto quando foi resgatado que dava dó, tamanho o pavor dos humanos! Só se acalmou depois que viu que receberia carinho e não seria maltratado.

O Veterinário que o atendeu prescreveu somente repouso e remédios para dor. Assim o pretinho foi para uma casa de passagem para se recuperar. Está lá há trinta dias. Cada vez que alguém chega perto ele chora pedindo colo, quer conversar e receber carinho. É de uma meiguice sem tamanho, adora ficar perto de gente não gosta de ficar sozinho.

Que alminha tem esse bichinho, com toda maldade que os homens fizeram a ele, ainda quer companhia, ainda ama, é fiel e amoroso, um anjo nessa terra, que me fez lembrar seu protetor São Francisco de Assis, assim resolvi batizá-lo de “Chiquinho”.

O Chiquinho tem aproximadamente 1 aninho, pesa 9kg é lindo, e precisa de um lar. Um de verdade, onde tenha amor e respeito. Ele quer uma família para passear e se divertir.Vai se recuperar totalmente com o tempo, hoje ainda manca um pouco(está com indicação de repouso, mas não consegue fazer direito na casa de passagem que está) Vê a carinha dele que fofura, deixe seu coração se apaixonar por ele também, assim vocês serão um par perfeito.

Suas maninhas foram resgatadas, desverminadas e esterilizadas pelo Bicho de Rua. Gaças a Deus já estão adotadas.

Se você é especial, ama e respeita os animais, está querendo um companheiro para todas as horas, precisa de um AMIGO FIEL, e sabe ser tão fiel como eles, você encontrou seus parceirinhos certos.

DADOS DE CONTATO
Nome do responsável: Maria Emília
Email: emiliafreires@gmail.com
Telefone: (51) 9839-8806

Atenção

As informações constantes nos anúncios são de inteira responsabilidade do anunciante (devidamente identificado com nome e e-mail no item contato), sob pena de responder, em caso de omissão, declaração falsa ou diversa da que deveria ser escrita, por crime de falsidade ideológica, de acordo com o artigo 299 do Código Penal.

Ainda destacamos que os critérios ou condições para efetivação da doação cabem ao anunciante, o Projeto Bicho de Rua não participa na intermediação dessas ações. Serão de total responsabilidade do Projeto Bicho de Rua somente as adoções de animais que estejam diretamente sob sua guarda, facilmente identificáveis nos anúncios, pois o contato é o e-mail bichoderua@bichoderua.org.br.

Tweetar