Porto Alegre - Domingo, 26 de Maio de 2019
1 Usuário On-Line
Bicho de Rua

Vovô Dirceu dá uma lição de vida aos humanos

Conheça a história de um cachorrinho que foi capaz de comover pessoas de todo o Brasil com sua coragem e amor pela vida.

Envie por e-mail.

Digite seu nome:
 
Digite seu e-mail:

Envie para um amigo.

Digite seu nome:
 
Digite seu e-mail:


Digite o nome do seu amigo:
 
Digite o e-mail do seu amigo:

Conheça a história de um cachorrinho que foi capaz de comover pessoas de todo o Brasil com sua coragem e amor pela vida.
Esse cachorrinho simpático vivia nas ruas de Canoas, cidade da Grande Porto Alegre no RS. Ele foi covardemente agredido por um morador de rua. Quem dá voz a Dirceu e nos conta sua história é a Protetora Mara Santos.

“A história de Dirceu começa exatamente igual a milhares de outras: com o descaso e o abandono nas ruas das nossas cidades. Dirceu dividia com outros 13 cães e moradores de rua uma área miserável do centro de Canoas. Esses moradores, muitos vítimas da loucura das drogas, começaram a bater nos animais.

Certa noite, um deles agrediu o vovô com chutes e pauladas tão fortes que parte de sua pele desgrudou e necrosou. Em função da violência, Dirceu ficou em coma, teve insuficiência renal e traumatismo craniano. Fui chamada para socorrê-lo por um morador da região.



Quando cheguei lá, nosso corajoso cãozinho estava estendido na calçada e mal respirava. Levantando os olhos, observei que outros animais apresentavam sinais de violência também. Ajoelhei-me ao lado de Dirceu e pedi ajuda aos passantes. Fui solenemente ignorada. Alguém chegou a parar ao me lado dizendo para eu deixá-lo ali, pois sua hora tinha chegado. Chorei por ele, por mim e pela insensibilidade que corria apressada ao nosso redor.



Algum tempo depois, Seu Luis Santana, que tinha vindo de Porto Alegre para me ajudar, chegou. Com toda a delicadeza que nos era possível, carregamos o vovô Dirceu para o carro. Voamos para a competente Clínica Veterinária Animanos.

Dirceu foi imediatamente atendido. Recebeu soro, medicamentos e cuidados nas feridas. Recebeu amor. Foram três meses de tratamento. Sua história correu o Brasil pela internet e uniu outros humanos do bem na luta pela vida de Dirceu. Tenho certeza absoluta que o vovô só sobreviveu porque sentiu essa solidariedade vindo de todos os lados.



Confesso que durante esse tratamento doloroso Dirceu foi mais corajoso do que eu. Cada dia que ia visitá-lo ele me recebia com beijos e o rabinho abanando de alegria. E eu o abraçava com lágrimas e o coração apertado.

Hoje estou aqui para agradecer! Muito obrigada! O Dirceu está saudável e feliz. Não sei o que ele diria se soubesse falar, mas falo por ele e, tenho certeza, que o beijoqueiro beijaria carinhosamente cada um de vocês em gratidão.

Dirceu venceu a luta, mas ainda precisa de padrinhos ou madrinhas até ser adotado. Ele ficará em lar temporário, por enquanto, até que as coisas se ajeitem para ele, da maneira que merece.



Meu objetivo é conseguir entregar Dirceu para um lar em que ele seja tratado com respeito e todos os cuidados. Contamos com a sua colaboração para que este sonho se realize.

Gostaria de agradecer ao Seu Luiz, que veio de Porto Alegre ajudar no resgate, ao Projeto Bicho de Rua e as amigas Lili e Mi que fizeram as rifas para ajudar nos custos do tratamento.

PARA AJUDAR O VOVÔ DIRCEU
- Divulgue a história para que ele consiga um lar amoroso e responsável. Por causa do trauma e da idade, Dirceu precisa de cuidados especiais. Ele tem muito medo de ficar sozinho.

- Para saber mais sobre o vovô Dirceu entre em contato pelo e-mail marasantos1973@hotmail.com ou fone (51) 9792.2419.


Tweetar