Porto Alegre - Domingo, 26 de Maio de 2019
2 Usuários On-Line
Bicho de Rua

Cachorro chamado Jedi salva a vida do menino Luke

Luke Nuttall, um menino de 7 anos com diabetes tipo 1, foi salvo por seu cachorro Jedi enquanto dormia em sua casa na Califórnia, nos Estados Unidos, na semana passada.

Envie por e-mail.

Digite seu nome:
 
Digite seu e-mail:

Envie para um amigo.

Digite seu nome:
 
Digite seu e-mail:


Digite o nome do seu amigo:
 
Digite o e-mail do seu amigo:

Luke Nuttall, um menino de 7 anos com diabetes tipo 1, foi salvo por seu cachorro Jedi enquanto dormia em sua casa na Califórnia, nos Estados Unidos, na semana passada.
Essa história já foi compartilhada mais de 180.000 vezes no Facebook e mostra como cães treinados podem socorrer diabéticos.

A mãe de Luke estava dormindo ao lado do filho quando Jedi começou a pular na cama, subindo e descendo, na tentativa de acordá-la. Dorrie Nuttall resolveu checar o equipamento de monitoramento do filho e constatou que os números estavam normais. Mesmo assim, o cachorro continuou curvado, repetindo o sinal ensinado por seus donos para quando o nível de açúcar do sangue de Luke caísse em excesso. Diante da insistência de Jedi, ela decidiu picar o dedo do menino para fazer um novo teste de glicose e descobriu que, de fato, o índice estava bem abaixo do indicado no equipamento do quarto.

Logo após dar um tablete de glicose ao menino, a mãe postou a foto abaixo em seu perfil no Facebook. "Precisamos aumentar a conscientização desta doença que a maior parte do mundo não entende e mostrar ao mundo que necessitamos de uma cura desesperadamente", escreveu.

Quando tinha apenas 2 anos, Luke foi diagnosticado com diabetes tipo 1 e, desde então, sua mãe mantém um site em que conta os desafios da doença e pede doações para bancar as despesas mensais do fiel Jedi, um labrador treinado para identificar os níveis de glicose em seres humanos - só a adoção do animal custou 15.000 dólares (55.500 reais). Segundo reportagem do jornal Washington Post, cientistas indicam que o olfato desses cães pode ser 10.000 vezes mais poderoso do que o de um ser humano e que, embora não se saiba exatamente como eles notam alterações da taxa de açúcar no sangue, já foi demonstrado que cachorros são realmente bons nisso.

Fonte: Revista Veja



Link Relacionado:

http://veja.abril.com.br/noticia/mundo/cachorro-chamado-jedi-salva-a-vida-do-menino-luke-seu-dono-de-7-anos

Tweetar