Porto Alegre - Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2018
1 Usuário On-Line
Bicho de Rua

Perfil: Zilá


Voltar para a lista de resultados.

Envie por e-mail.

Digite seu nome:
 
Digite seu e-mail:

Envie para um amigo.

Digite seu nome:
 
Digite seu e-mail:


Digite o nome do seu amigo:
 
Digite o e-mail do seu amigo:


MINHAS FOTOS
Clique nas imagens para
visualizá-las em tamanho maior.
Zilá Zilá Zilá

MEU PERFIL
Nome: Zilá.
Sexo: Fêmea.
Idade: Filhote.
Porte: Médio.
Raça: SRD - Sem raça definida.
Pelagem: Pelo curto.
Temperamento: - Convive bem com outros cães
- Convive bem com gatos
- É tranquilo e prefere ambientes calmos
Finalidade: Bom para companhia.
Para morar em: Perfeito para apartamento.
Saúde:  - Esterilizado - Vermifugado.
MINHA HISTÓRIA
Uma cadelinha idosa, doente e abandonada. Uma protetora disposta a resgatá-la. Muitas pessoas dando as mãos para ajudá-la. A protetora Paula, do Projeto Adoradores de Vira-Latas, é quem vai nos contar a história da vovó Zilá.

“Recebi um telefonema de um morador do bairro Manuel Elias, em Viamão/RS, pedindo ajuda para uma cadelinha de rua que ele estava alimentando e parecia muito doente. Mesmo com 180 peludos resgatados aguardando um lar, não podia deixar de ver o caso de perto, pois a descrição do estado da cachorrinha me preocupou muito.

Quando cheguei ao local, Zilá estava deitada toda encolhida, mas olhou com curiosidade. Aproximei-me e toquei nela com cuidado, fazendo com que se levantasse para que e pudesse ver o que ela tinha.

O estado de Zilá era desesperador...

Ela tinha uma hérnia abdominal e um tumor na vagina, que mais tarde foi diagnosticado como o temível Tumor de Sticker. Essa doença é maligna e transmissível entre os caninos através e relações sexuais ou simples lambidas dos genitais.

Fiquei desesperada para ajudar, ao mesmo tempo não sabia como, pois o tratamento não seria fácil e nem barato. Voltei para casa e lancei um apelo para os protetores conhecidos. O Projeto Bicho de Rua respondeu e Zilá foi atendida pela competente Dra. Cristiane Pereira.

A cirurgia foi difícil, pois a pequena Zilá está muito fraca. Mas essa cachorrinha corajosa quer viver e superou a primeira fase do tratamento. Depois da alta, ela foi para o sítio do Adoradores de Vira-Latas e está dividindo espaço com dois outros cães idosos. Brincamos que aquela é a nossa área geriátrica.

A Dra. Cristiane deseja aguardar ela engordar um pouquinho antes de iniciar com a quimioterapia, que é a etapa final do tratamento. Para isso, ela precisará de ração especial. Quem quiser ajudar, pode ligar para a Pet Mix (fone 51 3384.7010), falar com o Alexandre, e dizer que deseja comprar ração para a Zilá. Ele mesmo fará a entrega.

A Zilá também precisará combater o tumor maligno com quimioterapia. Se você quiser doar a medicação VINCRISTINA 1mg o valor da sessão ficará bem mais baixo.. Nesse caso, entre em contato pelo fone: 51 8427.237.

Zilá sonha com um lar seguro e abençoado pelo amor sem preconceito.

Zilá tem cerca de 10 anos, é perfeita para apartamentos e para viver com adultos que desejam uma companhia doce e calma. Ela convive bem com gatos e cães.

Sabemos que é esta é uma adoção difícil de ser realizar, mas não perdemos a esperança. Afinal, já vimos muitas adoções impossíveis acontecerem e, com certeza, Zilá iria se recuperar mais rápido se tivesse atenção especial e um tutor para dedicar o seu amor infinito. Quem sabe não é você?”

=======================
Sarcoma ou Tumor de Sticker
=======================

(Por Cidinha Maduro na Folha de Mirassol)

Sarcoma ou Tumor de Sticker é um tipo de câncer que ocorre com maior freqüência em cães adultos.

É uma doença venérea transmissível. Na maioria dos casos a transmissão acontece pelo acasalamento com um animal doente, mas pode acontecer pelo ato comum aos cães como farejar ou lamber a área genital.

Pode-se identificar a presença do tumor pelo aparecimento de secreção com sangue, no pênis dos machos ou na vagina das fêmeas, que pode ser confundido com cio.

No início surgem pequenos nódulos avermelhados que se desenvolvem em grandes massas tumorais, atingindo toda a área externa da vulva ou do pênis. Se o animal sofrer de alguma doença de alteração sangüínea como a Erliquiose (Doença do Carrapato) pode ocorrer uma hemorragia profusa.

O tratamento desse tipo de câncer pode ser feito através de cirurgia ou quimioterapia, que produz melhores resultados. No caso de ser utilizada a quimioterapia, a sua aplicação, que é endovenosa, deverá ser feita por um veterinário experiente, que fará também o acompanhamento com exames complementares. A aplicação incorreta do medicamento quimioterápico por uma pessoa leiga, pode provocar sérios danos ao animal, podendo levá-lo à morte.

Melhor mesmo é prevenir, impedindo o acasalamento sem critério, não deixando seu cão sair à rua, seja macho ou fêmea, para evitar o contato com um animal contaminado, sem que você possa evitá-lo. É importante saber que o Tumor de Sticker não é transmissível ao homem.

DADOS DE CONTATO
Nome do responsável: Paula Rgs
Email: paulargs@bol.com.br
Telefone: (51) 8424-2376

Atenção

As informações constantes nos anúncios são de inteira responsabilidade do anunciante (devidamente identificado com nome e e-mail no item contato), sob pena de responder, em caso de omissão, declaração falsa ou diversa da que deveria ser escrita, por crime de falsidade ideológica, de acordo com o artigo 299 do Código Penal.

Ainda destacamos que os critérios ou condições para efetivação da doação cabem ao anunciante, o Projeto Bicho de Rua não participa na intermediação dessas ações. Serão de total responsabilidade do Projeto Bicho de Rua somente as adoções de animais que estejam diretamente sob sua guarda, facilmente identificáveis nos anúncios, pois o contato é o e-mail bichoderua@bichoderua.org.br.

Tweetar