Porto Alegre - Domingo, 26 de Maio de 2019
2 Usuários On-Line
Bicho de Rua

Ivana Colvara de Paula. O amor aos animais vem de berço.

O amor aos animais e o instinto de protegê-los foi herança de família. Desde pequena Ivana costumava ouvir de sua mãe casos de pessoas que maltratavam os animais e depois eram castigados.

Envie por e-mail.

Digite seu nome:
 
Digite seu e-mail:

Envie para um amigo.

Digite seu nome:
 
Digite seu e-mail:


Digite o nome do seu amigo:
 
Digite o e-mail do seu amigo:

O amor aos animais e o instinto de protegê-los foi herança de família. Desde pequena Ivana costumava ouvir de sua mãe casos de pessoas que maltratavam os animais e depois eram castigados.
E foi assim que, há mais de 25 anos, Ivana assumiu a missão de ajudar os seres das outras espécies. No início buscou auxílio governamental, através de legislações, mas foi em vão. Na época, nem se falava em direitos dos animais.

Sem desanimar, Ivana buscou a solução em ONGs e outras Protetoras. No entanto, o trabalho ainda era difícil, pois conciliar voluntariado com as exigências da vida é uma verdadeira arte.

Em 2008 a internet chegou e se transformou no melhor canal de adoções que já tinha existido. Primeiro foi o perfil no Orkut, depois veio o Face Book e, por fim em 2011, o site do Bicho de Rua. Segundo Ivana, "aí sim foi o bum nas adoções, pois estes animais começavam a sair para outras cidades e lares que estariam inacessíveis sem estes recursos." De lá para cá, Ivana comunicou a adoção de quase 300 animais, só para o site do Bicho de Rua, mas calcula que encaminhou para a adoção mais de 1000 animais ao longo dos anos.

MAIS QUE UMA OPÇÃO, UMA MISSÃO
Quando perguntamos o que a fez optar pela causa animal, Ivana respondeu emocionada:

"Para ser verdadeira não penso que seja opção, pois nos deparamos com tantas lutas e tantas dificuldades, que acredito que seja uma Missão. Muitas vezes dá vontade de desistir e jogar para o alto, pelo descaso de autoridades e comunidade. Aí olhamos para aqueles olhos que pedem socorro e lá vamos nós deixando férias, filhos, o lar. Tentamos mais uma vez pedir para as pessoas entenderem que respiramos o mesmo oxigênio e que são vidas que necessitam de amparo."



"Existem pessoas que vêm prontas para cuidar de crianças, outras prontas para cuidar de anciãos e outras para os animais. Assim o mundo se faz, com grupos determinados para cada situação, e nós vamos sendo testados por algo maior. Quero crer que chegará um tempo melhor para todos, onde o respeito e o amor possam ser uma constante.

O principal apoio vem de algo que só é visível aos olhos do coração. A força também flui dos animais e daqueles que nos amam e estão junto de nós, incentivando e auxiliando.

A verdade é que, quando assumimos o papel de Protetoras, achamos que todos estarão apoiando, mas nem sempre isso acontece. As dificuldades separam o joio do trigo e ficam ao nosso lado pessoas especiais e iluminadas. Elas são raras, mas fazem toda a diferença."

ASSOCIAÇÃO PROTETORA DOS ANIMAIS DE RUA DE CAMAQUÃ (ARCA)
Em 2013 Ivana e um grupo de leais amigos dos animais registrou a ONG Arca. É uma equipe pequena, mas onde faltam mãos, sobra boa vontade. Tanto é assim que a ONG conta com uma clínica para atendimento veterinário e castrações gratuitas e a baixo custo. Os custos mensais de 4 mil reais são pagos através de eventos solidários, como o brechó, e doações de pessoas físicas. Entretanto, as maiores dificuldade são casas de passagem e transporte.



QUER AJUDAR?
Você pode doar produtos para o Brechó mensal. Informe-se pelo e-mail ivanadepaula@ibest.com.br ou fone (51) 8216.8296.

Você também pode fazer doações depositando diretamente na conta abaixo. Neste caso, escreva para ivanadepaula@ibest.com.br informando data e valor do depósito.

Associação Protetora dos Animais de Rua de Camaquã
CNPJ 17.937.927/0001-55
Caixa Econômica Federal
Ag. 0460
Conta 1.567-5 OP 003

SASHA, UMA ESTRELINHA INESQUECÍVEL
Nem sempre conseguimos salvar os animais que protegemos. Esta é uma dor compartilhada por todos os voluntários. Nosso consolo é saber que trouxemos conforto e amor a estes seres tão especiais. A história que Ivana nos conta é um bom exemplo.

"Sasha foi encontrada no centro de Camaquã em 2012. Era da raça fila, muito velha e com a orelha esquerda totalmente bichada.

Sasha era desconfiada com humanos e assim que tentei me aproximar ela, mesmo com dor e cambaleante, tentou me atacar. Nem tive coragem para imaginar o que tinha causado tanto medo naquela velhinha.

Enquanto eu tentava pegá-la, um rapaz veio pela rua e pedi que ele me ajudasse. Rápido o moço se jogou em cima dela e a segurou. Sasha desmaiou, mas foi graças a isso que pudemos socorrê-la.



A senhorinha foi para um abrigo distante. Diariamente eu precisava me deslocar até lá para fazer o curativo. Quando não tinha carona, eu percorria vários quilometros para encontrá-la. E foi assim que ficamos grandes amigas. Todas as fugidas que eu podia dar, era para Sasha que eu corria. E ela, por sua vez, ao ouvir minha voz respondia com seu latido rouco. Seu rabo torto balançava numa velocidade louca. Parecia até que ia voar. Nesses dias corriamos pelos gramados e ruas da cidade.

Mas o tempo de Sasha comigo era curto e seus dias finais chegaram. Ela foi perdendo o apetite e a cada encontro, seu olhar era de despedida. Começaram as visitas ao veterinário, exames, procedimentos. Notei que ela sofria e disse na sua orelhona "Queres ir embora Sasha? Queres dormir?" e os olhos dela encheram de água. Compreendi que sim. Levei-a de volta para casa e ela, feliz, estendeu a pata e colocou-a sobre a minha mão.

A alma de Sasha voou livre naquela mesma noite..."

ASSISTA A ESTE EMOCIONANTE VÍDEO QUE MOSTRA O TRABALHO DA ASSOCIAÇÃO PROTETORA DOS ANIMAIS DE RUA DE CAMAQUÃ, DA QUAL A PROTETORA IVANA FAZ PARTE.



Link Relacionado:

https://www.facebook.com/ivanaanimaisderua