Porto Alegre - Terça-feira, 18 de Junho de 2019
1 Usuário On-Line
Bicho de Rua

Primeiros socorros para aves

O que fazer quando encontramos uma ave necessitando ajuda?

Envie por e-mail.

Digite seu nome:
 
Digite seu e-mail:

Envie para um amigo.

Digite seu nome:
 
Digite seu e-mail:


Digite o nome do seu amigo:
 
Digite o e-mail do seu amigo:

O que fazer quando encontramos uma ave necessitando ajuda?

O que fazer quando encontramos uma ave necessitando ajuda?

A primeira coisa é diferenciar se é um filhote que há pouco saiu do ninho ou uma ave ferida e/ou doente.

Os filhotes, quando deixam o ninho, tem o tamanho muito próximo do das aves adultas mas, normalmente, a cauda curta; eles devem ser deixados onde estão ou no local seguro mais próximo possivel pois mesmo tendo poder de vôo ainda necessitam ser alimentados pelos pais, que raramente os abandonam, mesmo que nós não os enxerguemos.

Os primeiros vôos são curtos e, às vezes nos dão a impressão de que a ave não está conseguindo voar, ela está aprendendo, assim como precisa aprender com os pais onde conseguir alimento e abrigo. Se forem retiradas do ambiente, correm risco de não sobreviver ou não poderem ser readaptadas à natureza sendo condenadas ao cativeiro toda vida.

Aves feridas ou doentes devem ser manipuladas o mínimo possível pois o stress da captura é de grande importância na piora das doenças, além dos ferimentos que a ave acaba sofrendo se ficar se debatendo para se libertar e, com isso, nossa tentativa de ajudar pode acelerar a morte do animal.

Não tente fornecer alimentos, água ou remédio para essa ave, observe se há sangramento ou alguma fratura visível em asa ou pata e, neste caso, envolva o corpo da ave com um pano ou faixa para evitar que ela se debata durante o transporte. Coloque a ave em uma caixa ou gaiola de tamanho apropriado em local calmo, com temperatura confortável, até levá-lá ao auxílio veterinário ou órgão público competente por aves silvestres, como a Fundação Zoobotânica.

Dra. Thais Regina Silva Sangiovanni-CRMV-RS 5089

 

Tweetar