Porto Alegre - Terça-feira, 18 de Junho de 2019
1 Usuário On-Line
Bicho de Rua

Vantagens da esterilização precoce

Quando falamos em castração, o mais comum é o proprietário do animal esperar que as fêmeas entrem em cio ou que os machos fiquem sexualmente interessados.

Envie por e-mail.

Digite seu nome:
 
Digite seu e-mail:

Envie para um amigo.

Digite seu nome:
 
Digite seu e-mail:


Digite o nome do seu amigo:
 
Digite o e-mail do seu amigo:

Quando falamos em castração, o mais comum é o proprietário do animal esperar que as fêmeas entrem em cio ou que os machos fiquem sexualmente interessados.

Quando falamos em castração, o mais comum é o proprietário do animal esperar que as fêmeas entrem em cio ou que os machos fiquem sexualmente interessados ou, ainda, que comecem a demarcar território para, então, pensar na realização desta cirurgia. Deste modo, surgem crias indesejadas, aumentando, conseqüentemente, a população de animais errantes. Por esta razão, a esterilização precoce (gonadectomia pré-puberal), onde o procedimento cirúrgico é realizado em filhotes com idade de 6 até 16 semanas, vem sendo amplamente empregada, devido ao fato de que a maturidade sexual e a capacidade reprodutiva podem vir a ocorrer antes dos seis meses de idade nos cães e dos quatro meses nos gatos.

Estudos revelam que a esterilização das fêmeas antes do primeiro cio diminui a incidência de tumores mamários para menos que 0,5%, e que gatas intactas (não-castradas) apresentam um risco sete vezes maior de câncer mamário, em comparação com gatas castradas.

Para os machos, as vantagens da castração incluem diminuição da agressividade, dos comportamentos errantes (“fugidas”) e da micção indesejada, além de evitar doenças relacionadas aos hormônios, como problemas de próstata e hérnias, e controlar doenças como a epilepsia e a diabete melito.

Estudos também demonstram que a esterilização precoce não tem demonstrado efeito adverso na função uretral no cão ou gato, e que gatos castrados possuem diminuição nos níveis de agressividade e maiores demonstrações de afeto. Além disso, os animais castrados não tendem a ganhar peso excessivo, se alimentados e exercitados apropriadamente.

Dra. Claudia Batistella Scaf
CRMV-RS 7664

 

Tweetar