Porto Alegre - Domingo, 20 de Janeiro de 2019
1 Usuário On-Line
Bicho de Rua

Como amar um gato e fazê-lo feliz

Leia estas dicas sobre como tratar seu gato no dia a dia. Com certeza você terá muitas surpresas a respeito do felino que torna a sua vida tão emocionante.

Envie por e-mail.

Digite seu nome:
 
Digite seu e-mail:

Envie para um amigo.

Digite seu nome:
 
Digite seu e-mail:


Digite o nome do seu amigo:
 
Digite o e-mail do seu amigo:

Leia estas dicas sobre como tratar seu gato no dia a dia. Com certeza você terá muitas surpresas a respeito do felino que torna a sua vida tão emocionante.

O texto a seguir foi escrito pela Protetora Cleide e é baseado em perguntas para veterinários, trocas de ideias com outras protetoras, leituras e observação do comportamento dos cinco gatos que alegram a sua casa e de vários outros que, ao longo dos anos, ela tem ajudado. Esperamos que estas dicas ajudem você a entender ainda mais o felino que escolheu o ser seu.

* Diferenças
A diferença entre um cão e um gato é que o cão você chama e ele vem correndo. O gato você chama e ele anota num caderninho".

* Eu aprendi muito com gatos. Aprendi a respeitar o que eles querem.
Tudo tem que ser delicado, nada de movimentos bruscos. Eles são exatamente como nós. Nós detestamos puxa-sacos. Detestamos que nos obriguem a fazer algo que não queremos na hora que não desejamos. Exemplo: um dia vi dois de meus cinco gatos dormindo na minha cama. Achei tão lindo que fui cobrir com o cobertor por ser inverno. Pronto, estraguei tudo. Uma levantou e me olhou tipo assim "que que é, que saco, me acordou"... A outra ficou embaixo do cobertor azeda reclamando que eu cobri, miavam alto, todos os outros acordaram. Todos se agitaram. Mas ontem fiz a mesma coisa e eles adoraram porque o cobertor estava mais enroscado.

* Gatos mandam, a gente obedece.
Não vire seu gatos de barriga para cima. Isso é coisa de cachorro. Gatos não gostam que mexam em sua barriga (raríssimos adoram!). Eles gostam carinho e coceira suave e firme na cabeça, queixo, coluna toda. Não gostam de ir para o colo se lhe obrigam. Vão quando tem vontade.

* Os gatos cobrem as necessidades porque querem esconder o cheiro, evitando que os predadores os encontrem.
Então, areia suja gera estresse. Eles entendem a areia suja e fedorenta como sendo risco de morte. Causa depressão, baixa imunidade, podem adoecer. Cada gato necessita uma caixa grande (tenho cinco caixas bem grandes) que não deve estar em local escondido tipo num armário, debaixo de um tanque, eles precisam de "rota de fuga", pois o inimigo (predador) pode aparecer. A caixa não deve estar grudada na parede, pois as necessidades são fato certo para o predador (no instinto primitivo) encontrar e matar um gato facilmente. Eles são presas fáceis por serem pequenos nas florestas. Por isso são tão astutos e silenciosos, assim é difícil encontrar um gato durante o dia no meio do mato.

* Gatos dormem muito no período da tarde, para protegerem-se (no instinto primitivo) dos predadores que estão acordados.
Gatos enxergam muito bem à noite para caçar. Se o seu gato começa com correrias à meia-noite, ou de madrugada, é porque está começando seu "dia" de caça, corridas atrás de passarinhos, seus alimentos. Deve-se permitir que os gatos corram de manhã cedinho. Dê bolinhas de papel, de ping pong, compre catnip, a ervinha do gato.

* Gatos gostam de comer capim especial para gatos.
Há pacotes desse capim para vender em pets e agropecuárias. Podem ser plantados ou comprados prontos.

* Gatos devem ser escovados diariamente para retirar o excesso de pelos, mesmo os de pelagem curta.
Use uma escova macia ou especial para gatos comprada em pet shop. Eu uso escova de humanos com cerdas de plásticos. Os gatos comem muitos pelos quando se lambem. Assim, devemos dar ração que ajuda a retirar estas bolas de pelo do intestino. Você também pode comprar a pasta Malte. Se a ração que ajuda a eliminar bolas de pelo fizer o gato "vomitar" logo após comer não tem problema, é saudável. Sinal que esse pelo estava sobrando no seu corpo. Rações de primeira, como HILL'S (melhor do mundo), Royal Canin, IAMS, Proplan, Premier são ótimas. Converse com seu veterinário.

Na maioria esmagadora de casos de gatos que não comem ração de primeira adoecem e não vivem muito. Os gatos bem cuidados podem viver até 19 anos ou mais.

* Ao comer, gatos babam sobre a ração no pratinho.
Coloque a ração num pote grande desses de plástico do R$ 1,99 bem fechado. Todo dia devolva para o pote grande a ração que estava no pratinho. Sacuda e recoloque no pratinho do gato. Ele comerá feliz a ração onde ele já babou, quebrou e ficou sem cheiro por estar pegando ar. Eles são muito frescos para comer, pois tudo é instinto de sobrevivência. Amam saches. Amam patê Three Cats. Eu boicoto latas de comida úmida porque tenho fotos de gatos de rua presos com toda cabeça enfiada numa lata até retalhar toda a face . Escrevemos para os donos dos patês em lata, mas logo a Three Cats lançou esse patê em pote que não machuca gatos de rua e você pode descartar seu invólucro com tranquilidade.

* Gatos comem de 10 a 20 vezes ao dia em pequenas porções, por isso seus potes de ração devem estar sempre cheios.

* Os gatos precisam ter ração o dia todo em vários potes pela casa, alguns escondidos (tanto ração quanto água) que os fazem exercitar a arte de caçar, senão ficam entediados em apartamentos, ganhando tudo de mão beijada. Podem se deprimir pela "falta do que fazer". A caça mantém o gato alegre, alerta, vivo, sentindo-se "útil". Lembre-se: o gato é um predador de pequenos animais. Tenho cinco gatos e sete potes de ração espalhados pela casa toda. Escondo quatro potes de água (filtrada) longe da ração. Cuidado, água pode ter giárdia. Nós e os felinos devemos tomar os vermífugos.

* Gatos amam frango desfiado cozido na água sem sal. Nunca dê sal para seu gato. Frango é "passarinho grande", o prato predileto dos gatos. Gatos amam pastinhas de sardinha e atum, etc. Há uma frase que diz tudo "a mão que alimenta é a mão que acaricia". O alimento associado com carinho amansa os gatos ariscos.

* Gatos, quando muito estressados, perdem pelos.
No verão os gatos também perdem mais pelos por causa da troca de pelagem para resfriar o corpo no calor desta estação.

* Procure limpar duas vezes por mês as orelhas dos gatos com o Gel ou o Líquido especial para isso.
Tem para vender nos pets ou converse com seu veterinário. Passe algodão bem fundo sem medo, pois o tímpano dos gatos é em L, e não reto como o nosso.

*Gatos devem ser desverminados a cada seis meses. Isso é rigoroso. Pulgas geram um verme que parece um grão de arroz. Vermes também matam, há vermes que vão ao coração, no cérebro. Pergunte ao seu veterinário. As pulgas podem ser facilmente exterminadas com os produtos certos. 95% das pulgas estão no chão da casa e pátio. Pátio de terra tem pulga.

* Gatos dormem 18 horas por dia.
Eles têm sonos profundos de cerca de 7min mais ou menos. Mas possuem grande capacidade de dormir e relaxar com as antenas ligadas. É difícil pegar um deles no sono profundo. Nenês brincam mais tempo. Um gato chega à fase adulta aos dois anos mais ou menos. Quem adotou nenês, aguarde dois anos para seu gato amadurecer e parar com tanta correria.

* Gatos não conseguem fazer necessidades próximo da comida
Deve-se colocar a areia em cômodos separados da comida. Nunca colocar ração e água perto da caixa de areia.

* Gatos são obcecados por território.
Para um cão, ir para praia ou mudar de casa é o máximo, desde que o dono esteja lá, ou qualquer um fazendo festa é o que vale. Já para um gato é puro estresse. Mais vale deixar o gato em casa com várias caixas de areia, muita ração e uma torneira com água corrente do que levar o bichano junto. Ou enviar a um hotel específico para gatos onde a veterinária possa observar o seu comportamento.

* Gatos demoram seis meses para perder traumas de sua vida anterior no novo ambiente ou casa.
Portanto, qualquer gato leva seis meses para adaptar-se à nova casa. Nenês são mais fáceis de adaptar.

* Gatos que caem do quarto andar machucam-se mais do que de andares mais altos porque não há tempo de virar-se para cair em pé. Eles amortecem a queda abrindo as quatro patas, como um paraquedas. Eles não têm ossos ligando as patas dianteiras do tronco e são as dianteiras as primeiras a chegar ao solo, amortecendo a queda também. As patas dianteiras são ligadas ao tronco apenas por cartilagens, músculos e tendões. Mas as telas são imprescindíveis para aptos com gatos. Eu tenho tela dupla em todas as janelas, inclusive banheiro.

* Se tivéssemos as coxas da largura de nossa cintura, puro músculo, e a perna com menos articulações como eles, também pularíamos cinco vezes a nossa altura sem dar impulso.
Por isso os gatos tendem a "arranhar" nosso corpo ao saltar muito alto. O impulso que dão é gigantesco. As unhas ajudam. Pode-se cortar a ponta das unhas a cada 15 dias.

* Machos necessitam território 10 vezes maior do que as fêmeas.
Cada gato necessita de 5km para viver. Por isso são tão curiosos. Mas vivem perfeitamente bem em aptos, se respeitadas (e compreendidas) suas necessidades. A média de caminhadas de gatos de rua é de 2km por noite.

* Gatos adoram descansar em locais altos porque na floresta eles acreditam que assim estão seguros.
Os grandes predadores não sobem alto para caçar um gato. Então eu mantenho prateleiras altas especiais para meus gatos, colei carpete com cola de contato para evitar deslizamentos. Assim eles sobem até em cima do meu guarda-roupa pulando pelas prateleirinhas deles e dormem felizes onde bem entendem. Também coloco as camas sobre poltronas na sala, para que estejam longe do chão.
Gatos também adoram sacolas, guarda roupas e gavetas. Simula as tocas em que se escondiam no primitivo. Sempre fugindo de predadores.

* Gatos não gostam de barulho, crianças abaixo de 10 anos em geral assustam gatos.
Nem brincam na hora que os outros querem que ele brinque. É saudável fazer uma espécie de vara de pescar com fio de nylon e bolinha de papel colada na ponta, ou amarrada. Eles amam correr atrás. Cansam e gastam energias. É saudável. Foge do tédio.

* Quando gatos passam por cirurgias, algumas vezes, não querem comer a ração que comiam antes.
Nesses casos ofereça um sachê ou patê totalmente diferente do que eles estão habituados a comer. No outro dia já retornam a alimentar-se normalmente. É que há um outro instinto primitivo que os faz acreditar que a dor do pós-cirúrgico é causada pelo alimento que anteriormente estava comendo.

* Gatos precisam beber muita água.
E os potes devem ser lavados com água e detergente todo dia, como se nós fôssemos encarar aquela água.


* Gatos podem apresentar problemas renais, machos ou fêmeas, castrados ou não.

Deve-se evitar dar água apenas com torneira ligada. Os gatos adoram isso. Mas quando você não está em casa ele não beberá água, pois a torneira não está ligada. É bom instigar a hidratação dos rins dos gatos com pastas úmidas, três vezes por semana, colocando gelo na água e escondendo potes de água geladinha. Eles adoram pedrinhas de gelo na água.

* Gatos detestam portas de cômodos fechadas.
Se prenderem gato num cômodo, ele miará por cerca de 12min irritantemente. Depois ele cansa e para.

* Para gatos ariscos: procure respeitar o gato.
Fale sempre com ele quando come, elogiando com voz doce "que bonito, lindo, comidinha boa.. etc.. e acaricie devagar, sempre comece na cabeça e termine no rabo. É preciso ter paciência com gatos ariscos. Demorei nove meses para amansar uma gata arisca adulta que retirei da rua.

* Todos podem quebrar regras. Inclusive um gato.

Quer saber mais? Escreva para cleidefraza@gmail.com. Sempre podemos melhorar a qualidade de vida dos nossos gatos.

 

Tweetar